IMG_0573

No sábado, dia 19, estive no IPEN Café, participando do Sarau Multicultural, sob a batuta de Tânia Goulart. A noitada reuniu artistas plásticos (Ariadne Decker e Flávio Pacheco), músicos (Rodrigo Duarte, Andrigo Xavier e voz poderosamente sedosa de Fernanda Lopes) e escritores (Cristiano Escobar e eu).

Na ocasião, li “A Canção da Cobra Grande”, poema que aparece no início de “O Coração de Jade”, o terceiro volume de “Os Sóis da América”. Além de eu gostar muito do texto, ele também faz um contraponto com a triste realidade que enfrentamos com a tragédia do rompimento da barragem da Samarco em Mariana, Minas Gerais.

Foi um final de ano muito bacana. Obrigada pela oportunidade, Tânia!

Anúncios